Verbum Regis, sic!

Tenho o hábito de almoçar num bom restaurante de um centro comercial de Salvador, o mais próximo da minha morada. Quando me perguntam o porquê, digo-lhes que nada nos cobram para nos prepararem todo o tipo de comida, todos os dias, a nós bastando-nos escolher qualitativa e quantitativamente apenas o que queremos. Sem custos adicionais,…

Lo imposible 

Una casa blanca, con cómodos desformes, de ventanas y puertas azules. Dos pasos para entrar al paraíso. Alrededor flores simples margaritas de varios colores. Dela ventana una maravillosa vista del horizonte, entre él y yo un valle verde con vegetación de distintas especies. La noche que se abre una alfombra negra en el cielo con…

Remexendo o passado

Os meus infantis tempos em Jequié, BA, marcam-se por alguns inesquecíveis episódios. Do bairro onde morávamos podia ver-se uma longa ponte sobre o Rio de Contas. Hoje, sob essa ponte correm águas previamente aproveitadas a montante, depois de terem circulado pelas turbinas da Usina Hidrelétrica Barragem de Pedra. À noite, eu me punha a mirar…

Penang

   Livres em Kuala Perlis buscamos fazer contato com alguns cristãos, conseguimos falar com uma família de Penang, como já era tarde resolvemos ficar por ali mesmo naquela noite e viajarmos dia seguinte. Conseguimos um quarto num bairro chinês, os prédios pareciam gaiolas, mas dormimos bem naquela noite. No dia seguinte, arrumamos nossas coisas em…

Chegada à Malásia

   Havíamos chegado ao posto da polícia de fronteira em Satun, extremo sul da Tailândia, nosso objetivo era atravessar o canal entre a Tailândia e a Malásia e chegar até a cidade de Kuala Perlis. Não havia nada naquele posto a não ser os guardas da fronteira e alguns pescadores que iam e vinham durante…

Vijaya 

  Era mais uma daquelas tardes quentes no sudeste asiático quando juntamente com outros colegas dirigi-me para a aldeia onde trabalhávamos semanalmente com crianças, evangelismo e o meu trabalho era cuidar daqueles que estavam feridos, com sintomas simples para os quais pudéssemos ser de alguma ajuda, com curativos e coisas do género. Na verdade, mal…

Um conto: Delícia Memorável

Quando criança já era fascinado pela leitura, lia tudo o que podia. Na escola tinha uma pequena biblioteca, não devia ter mais que cento e cinquenta livros, mas amava passar o tempo ali com os livros. Minha mãe foi empregada doméstica, trabalhou numa casa onde havia algumas crianças, não recordo-me de brincarem comigo, acredito que…

ESSES NOMES ENGRAÇADOS…

Nas minhas primeiras letras em Química, aprendi acerca das substâncias anfóteras. São compostos de dupla personalidade, pois em meio básico reagem como os ácidos, e, em meio ácido, como se fossem bases. O excelente Dicionário Editora da Língua Portuguesa ensina-nos que o vocábulo anfótero provém do grego amphóteros, que significa “um e outro”. Tanto quanto…