E o tal beijo gay nas novelas?

Posted on 23 de Março de 2015

4


 O assunto relacionado com o beijo gay nas novelas está quase a se tornar viral. Acredito que o assunto vai além do mero posicionamento de ser contra ou a favor. É preciso antes de tudo perceber que a novela já se tornou parte da cultura do entretenimento familiar brasileiro, portanto, deve continuar a ser uma forma de entretenimento da sociedade. Neste aspecto vou buscar uma frase de Sartre sobre a literatura, no qual escreveu: “…nós não escrevemos para nós mesmos…” Desta forma, no contexto das telenovelas, elas não são feitas para os atores nem para a emissora, mas para a sociedade, portanto, deve buscar em primeira mão entender qual é a perspectiva da sociedade sobre este assunto. 

O erro está no fato da emissora impor sobre a sociedade valores de uma ordem que ultrapassa os limites da liberdade. As vezes tenho a sensação de que o telespectador assume a posição de que ele não tem escolha, que é obrigado a sentar-se e assistir mesmo contra sua vontade aquilo que é exibido. Não, aqui há dois lados da liberdade, o da emissora, que uma vez amparada pela lei, possa exibir o que desejar exibir, e o do telespectador, que amparado no seu direito de assistir ou não faça uso da sua liberdade e mude de canal se desejar.

A imposição subliminar da emissora é que não é justo, e por que? Porque trata-se de um comportamento sobre o qual a sociedade não é homogênea, portanto, usar um horário e um veículo que já foi incorporado pela sociedade como cultura para impor um comportamento controverso como normal é abuso da liberdade. Não seria ruim se ao invés do beijo a emissora apresentasse uma reportagem ou programa, com a participação da sociedade e com a inclusão da opinião pública sobre o tema, levando a sociedade a refletir sobre o assunto.

Eu não assisti nem o beijo na novela, nem nos muitos vídeos que circularam pelas redes sociais, porque faço parte de uma ala da sociedade que não aprecia este tipo de comportamento, e além disto, apenas para romper um pouco com a seriedade da reflexão, se eu desejar assistir determinados beijos, certamente que no YouTube encontrarei alguns bem mais interessantes do que um beijo entre duas mulheres na casa dos seus oitenta anos, algo que ultrapassa até a lógica da libido humana.

Os artistas brasileiros que trabalham nestas novelas são quase membros das nossas famílias, sim, membros das nossas famílias, pois há anos frequentaram as salas das nossas casas. Muitos como eu, convivem no imaginário artístico com estes atores desde que nos damos por gente. Veja bem, minha mãe já na sua idade avançada pode usar da sua liberdade e tornar-se gay, mas tenho a certeza que no uso do bom senso ela jamais beijaria na boca de outra mulher na frente da família. Tudo tem sua hora e lugar! A emissora infelizmente não respeitou nem a hora, nem o lugar, abusou da liberdade que lhe temos dado há anos para impor um valor que não representa necessariamente o valor da sociedade como um todo, nem dos heterossexuais nem dos homossexuais.

O beijo não foi nem bonito nem apropriado!
 
 
Se você gosta das minhas poesias adquira algum livro, tal como “Poemas” e assim contribuirá para que eu possa manter este blog e a oferecer todas as minhas poesias de graça.

Anúncios
Tagged: , , ,