Browsing All Posts filed under »Teopoesia«

Dor

Abril 18, 2017

1

E eu que achava que as poesias só falavam de flores e amores, Foi quando minh’alma inchada pelas dores desta vida , Procurou nos versos uma palavra de alento. As poesias para mim sãos fragmentos, Uma palavra aqui, Um verso acolá, Que vou ajuntando na medida em que caminho em busca de consolo. O que […]

Osso dos meus ossos 

Dezembro 6, 2015

0

   Então olhei para a poesia e disse: Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne. por Luis A R Branco    CONHEÇA E ADQUIRA O MAIS RECENTE LIVRO DE LUIS A R BRANCO CLICANDO NUM DOS LINKS ABAIXO: Google Play Books Livraria Saraiva Livraria Cultura Clube de Autores Amazon Barnes & Noble […]

Paixão de Deus

Março 1, 2015

1

deus é amor cristo sua paixão por Luis A R Branco ONDE COMPRAR OS LIVROS DO AUTOR iTunes Smashword Google Play Books Livraria Saraiva Livraria Cultura Clube de Autores Amazon Barnes & Noble Book Depository Kobo

Jesus

Março 1, 2015

2

jesus deus encarnado de deus enviado por Luis A R Branco ONDE COMPRAR OS LIVROS DO AUTOR iTunes Smashword Google Play Books Livraria Saraiva Livraria Cultura Clube de Autores Amazon Barnes & Noble Book Depository Kobo

Deus

Março 1, 2015

1

deus é amor o homem amado por Luis A R Branco ONDE COMPRAR OS LIVROS DO AUTOR iTunes Smashword Google Play Books Livraria Saraiva Livraria Cultura Clube de Autores Amazon Barnes & Noble Book Depository Kobo

A mesa

Agosto 31, 2014

0

mesa pão vinho irmãos deus comunhão por Luis A R Branco Adquira o livro “Poesias, Prosas e Pensamentos” por apenas $2,99 (R$6,60) ONDE COMPRAR iTunes Google Play Books Livraria Saraiva Livraria Cultura Clube de Autores Amazon Barnes & Noble Book Depository Kobo

Onde estás?

Agosto 30, 2014

1

ONDE ESTÁS? Os homens vasculharam os céus com as suas naves e telescópios, Porém, sem nunca encontrarem-te Desceram às profundezas dos mares com seus submarinos, Porém, nenhum sinal de ti. Onde estás? Todos os desertos do mundo foram atravessados, Porém, nunca fostes encontrado. Já escalaram as mais altas montanhas, E, em nenhuma delas foste achado. […]