A chuva que não veio

Já há algum tempo que não chove, A terra secou, o ar poluiu-se, a flor murchou. O ar pesado, meu peito cansado, meus olhos molhados. Meu Deus, o que foi que me deu? O efémero não me atrai, A vaidade me aborrece, As falas vazias não me convidam, Na sala sozinho, meu esconderijo. Quando eu…

Teus ventos 

Vieste nos ventos do destino, Como o vento que sopra e não sabermos de onde vem e nem para onde vai, Assim chegaste ao ao meu porto seguro Fazendo com que as águas da paixão batesse com violência sobre meu frágil farol. Estremeci de medo, Medo da tua beleza e encantamento. Os ventos trouxeram o…

Aldrava

Uma casa envelhecida, Uma cara jamais esquecida, Uma saudade no peito sentida, Um adeus de quem se foi e não voltou. Uma aldrava silenciosa, Uma voz que já se calou, Uma lembrança que não passa, Um aperto no peito de quem ficou. por Luis A R Branco