O Cristão e o Suicídio

 

suicidio-baleia-azul-980x490

Segundo a Organização Mundial da Saúde o suicídio é a segunda maior causa de morte entre as pessoas dos 15 aos 29 anos de idade. Na verdade o índice de suicídio no mundo é muito elevado em especial entre os adolescentes e jovens, porém, muito pouco divulgado.

Esta fatalidade tem como origem diferentes motivos, o mais significativo entre eles está a depressão. A depressão é uma patologia crescente em nossos dias e seus motivos os mais variados. O fato é que qualquer pessoa está sujeita a depressão e sem o devido acompanhamento médico pode desencadear uma variedade de problemas.

Infelizmente a depressão, em especial nos meios religiosos, ainda é muito estigmatizada como uma fraqueza natural do ser humano ao invés de uma doença como qualquer outra doença grave e que carece de cuidados médicos.

Um pensamento não pouco incomum entre as pessoas que sofrem com a depressão é o pensamento do suicídio, isto porque em muitos casos a depressão é uma angustia na alma humanamente insuportável, precisando portanto, da ajuda de medicamentos apropriados e acompanhamento psicológico e psiquiátrico.

Sabemos que o cristão enquanto viver neste mundo está sujeito as mesmas enfermidades que todos os demais seres humanos. Sendo a depressão uma doença comum em nossos dias, não é de estranhar que encontremos pastores, padres e cristãos em geral que sofrem deste mal. Esta realidade requer de nós uma atitude de solidariedade aos que sofrem desta enfermidade.

Como cristãos bíblicos entendemos que nossa vida neste mundo e nossa salvação eterna estão seguras nas mãos de um Deus que jamais desamparará os seus em qualquer que seja a circunstância em que ele possa se encontrar. O Apóstolo Paulo escreveu: “pois os dons e o chamado de Deus são irrevogáveis.” – Romanos 11:29 – Isto significa que a salvação do crente está assegurada pelo seu Senhor. “Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.” – Romanos 8:38-39 – Isto inclui o ato desesperado do suicídio, nem mesmo este pode nos separar de Cristo. Em outras palavras, o eleito será salvo não obstante a causa da sua morte.

Devemos orar e pedir a Deus que nos guarde a nós e aos nossos, para que uma desgraça desta magnitude jamais bata em nossa porta, entretanto, se alguma família cristã for assolada por este mal ela deve receber da igreja todo apoio, carinho e compreensão.

Naquele que é maior do que nós,

por Luis Alexandre Ribeiro Branco

Anúncios

Um pensamento sobre “O Cristão e o Suicídio

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s