Aldrava

Posted on 30 de Julho de 2016

2


Uma casa envelhecida,
Uma cara jamais esquecida,
Uma saudade no peito sentida,
Um adeus de quem se foi e não voltou.

Uma aldrava silenciosa,
Uma voz que já se calou,
Uma lembrança que não passa,
Um aperto no peito de quem ficou.

por Luis A R Branco

Anúncios
Tagged: ,
Posted in: Poema, Poesia