Aldrava

Uma casa envelhecida,
Uma cara jamais esquecida,
Uma saudade no peito sentida,
Um adeus de quem se foi e não voltou.

Uma aldrava silenciosa,
Uma voz que já se calou,
Uma lembrança que não passa,
Um aperto no peito de quem ficou.

por Luis A R Branco

Anúncios

2 pensamentos sobre “Aldrava

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s