Elegia à Portugal

Posted on 9 de Junho de 2016

2



Meu Portugal, celebrar o teu dia é celebrar
Décadas, séculos e milênios.
Nosso povo formado por várias matrizes étnicas,
Formou novos povos e novas raízes étnicas
Nos quatro cantos do mundo.

Hoje é dia de Portugal,
Hoje é dia internacional dos povos que ajudamos a formar e consolidar em todo o mundo.
Tão pequeno meu Portugal,
Tão gigante nas suas realizações.

Não somos apenas o Portugal do pretérito,
Somos o Portugal do presente e do futuro.
O mundo nunca nos foi fácil,
Nossas conquistas custou-nos imenso
E por isto não tememos as dificuldades presentes e nem as futuras.

Nosso povo nasceu para conquistar,
Assim o fizemos no passado com nossas caravelas.
Hoje fazemos com a nossa cultura, com a simpatia do nosso povo, com a riqueza da nossa gastronomia, com a beleza das nossas cidades, com os versos dos nossos poetas e com a melancolia do nosso fado.
O futuro a nós pertence, a cada nevoeiro uma esperança,
Esperança que vai adiante de nós como uma nau quebrando as ondas.

Portugal da eterna saudade,
Saudade insaciável de um tempo que foi e que ainda será.
Somos Portugal, somos gente que sente e gente que sonha.
Sonhamos em continuar por mais mil anos
A ser este país que a todos quer bem.

por Luis A R Branco

IMG_4457-0

CONHEÇA E ADQUIRA OS LIVRO DE LUIS A R BRANCO CLICANDO NUM DOS LINKS ABAIXO:

Anúncios
Posted in: Poema, Poesia, Portugal