Vieste como um anjo

Posted on 2 de Maio de 2016

1


Nasceste e cresceste rodeada do mais puro amor,
À tantos trouxestes alegrias
À homens, anjos e ao Criador.
Da tua boca emanava doçura,
Do teu coração emanava ternura
E da tua juventude o vigor.
Vieste como um anjo que fora acolhida em casa
Sem que soubéssemos.
Quantos sorrisos,
Tantos quanto são impossíveis de esquecer.
Impossível mesurar toda a felicidade que ao mundo trouxestes.
O suficiente para fazer-nos sentir tua falta,
Como uma agonia interminável de quem o ar fugiu.
Uma saudade cruel,
Inexplicável,
Inesgotável.
Tu partiste tão tenra,
Tua despedida foi como um relâmpago que atravessa o céu.
Não nos deste sequer a hipótese de dizer adeus.
Não, não era para dizemos adeus,
Tão rápido passa a vida que breve iremos nos reencontrar.
Dos nossos olhos será enxugada toda lágrima,
E teremos a eternidade para amar.
A oração do poeta é para que o Deus que tanto te amou e que para si a levou,
Que olhe também por nós,
E que nos acolha em seus braços
Sempre que lembrarmo-nos de ti.

por Luis A R Branco

IMG_4457-0

CONHEÇA E ADQUIRA OS LIVRO DE LUIS A R BRANCO CLICANDO NUM DOS LINKS ABAIXO:

Anúncios
Tagged: ,
Posted in: Poema, Poesia