A possibilidade

Posted on 29 de Março de 2016

1


  
Em minha perspectiva humana e filosófica a existência de Deus só faz sentido diante da impossibilidade. Quero dizer que a impossibilidade torna fundamental a existência de Deus. É possível inclusive presumir que a impossibilidade é de certa forma uma prova da existência de Deus, pois não faria sentido depararmo-nos com a impossibilidade e nos desesperarmos se Deus não existisse. Sem Deus as fatalidades da vida seriam ou inexistentes ou uma situação de tal forma imutável, comum e aceitável tal como é aceito com normalidade a realização de tarefas como aparar as unhas ou cortar cabelo. A fatalidade não seria fatalidade, seriam apenas um incidente natural da existência. A morte de um ente querido seria como as unhas que cortamos e são deitadas fora sem causar nenhum sentimento de perda em nós. Seríamos insensíveis, isto quer dizer que quando um ateu chora diante de uma fatalidade, subjetivamente ele chora pela intervenção de Deus no mundo, sem perceber que o faz. Deus é quem dá razão de ser aos sentimentos, bons ou ruins. Portanto, a impossibilidade é um motor propulsor que nos impulsiona para Deus. Quando dizemos: “Isto é impossível!” Na verdade estamos dizendo que este assunto não é um problema meramente pessoal, mas o fato dele existir requer uma intervenção divina. A Bíblia diz que para Deus tudo é possível (Mt 19:26). O impossível torna-se possível quando tocado por Sua possibilidade. Na impossibilidade não precisamos nos dar ao desespero, mas dar-nos a Cristo que tudo pode.

~ Luis A R Branco 

Anúncios