As coisas loucas

Posted on 18 de Março de 2016

0



Acredito que muitos já tenha ouvido falar de Henry Nouwen , um grande académico católico, professor renomado de grandes universidades como a famosa Harvard. Henry havia alcançado o topo da sua carreira académica e suas aulas eram disputadas tanto por alunos como por docentes. Foi quando conheceu uma figura fantástica, Jean Vanier, outro académico, mas que havia deixado a academia para cuidar de deficientes mentais. Neste encontro Jean Vanier convidou Henry Nouwen a abandonar sua carreira académica e mudar-se para uma casa com dez deficientes mentais que careciam de cuidado. Uma proposta insana para um renomado académico, mas Nouwen não desprezou o convite e disse que iria pensar sobre o assunto. E enquanto pensava sentiu que Deus o chamava para deixar a academia e aceitar o convite de Vanier. Nouwen foi duramente criticado por seus pares e foi chamado de irresponsável. Mas sua decisão estava tomada e assim Nouwen dedicou o resto de sua vida numa casa com dez pessoas deficientes mentais, uma das quais não tinha sequer a percepção da própria existência. Foi justamente nesta casa que Henry Nouwen conheceu a Deus de verdade. No cuidado das pessoas simples e desprezadas pela sociedade, Nouwen conheceu o amor incondicional de Deus. O apóstolo escreveu: “Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes” 1 Coríntios 1:27. Henry começou a escrever suas experiências e tornou-se um dos pais da espiritualidade contemporânea e um homem de uma alegria encantadora. Os convites de Deus muitas das vezes vem na contra-mão daquilo que imaginamos e idealizamos para nós, mas é justamente ali, em meio à loucura que ele espera encontrar-se connosco.

~ Luis A R Branco 

Anúncios
Posted in: Biografia, Curtas