Não, nem sempre fui poeta

Posted on 13 de Fevereiro de 2016

2


img_0345-1Não, nem sempre fui poeta,
Nem tão pouco estudei a arte da poesia.
Meus versos brotam como uma nascente d’água em um poço profundo,
São poesias truncadas,
Versos sem estruturas sintáticas,
Meras palavras com as quais enuncio meus sentimentos.

Há quem já tenha nascido poeta,
Os sonetos, as rimas, as regras e as glosas
Escorem-lhes pelas mãos.
Estes sim são poetas!
Sou poeta de segunda classe,
Sem nome, nem pseudónimo.

Não me apetece escrever com rimas,
Não me apetece escrever com glosas.
Apenas desejo derramar sobre esta folha o meu coração,
Como se fora água.
Água que brotou desta alma ressequida
E deste espírito fraco.

Minhas poesias não concorrem a prémios,
Meus versos não recebem aplausos.
Nem tão pouco aparecem em jornais,
São versos pobres escritos num guardanapo ou
Em papel de pão.
São poesias sem luxo.

Meus versos não estão nas estantes das livrarias,
Amontoam-se nos meus bolsos
E se tiverem sorte, serão passados a limpo num livrete
Que será esquecidos numa gaveta qualquer.
São versos sofridos,
Que a ninguém fascina.

Sou poeta que nunca foi lembrado,
Nem para que fosse depois novamente esquecido.
Sou aquele que passa e ninguém vê,
Sou o poeta das horas silenciosas
Que traça seus versos na madrugada
Que vive intensamente cada palavra.

As palavras para mim são entes vivos,
São vozes silênciosas para se ouvir com o coração.
Não sei para quem escrevo,
Se para mim mesmo ou para os outros,
Se falo da minha dor, minha paixão e desvaneios
Ou se falo de outros.

Que importa?
A poesia a todos acolhe, a todos conforta, a todos inspira.
A poesia é a expressão mais profunda seja da dor, do amor ou da paixão,
A poesia tem de tudo e mais um pouco.
É pão, é água, é paixão.
É a mensagem na qual o amor emudecido encontra sua expressão.

Não, não sou poeta!
Sou apenas sentimento envolto em carne,
Sou peregrino em busca de um rasto que me leve algures.
Sou um apaixonado, sou um sofredor, sou uma alma extasiada com o belo.
Sou versos, sou poesia.
Sou resultado dos poetas que leio.

por Luis A R Branco

IMG_4457-0

CONHEÇA E ADQUIRA OS LIVRO DE LUIS A R BRANCO CLICANDO NUM DOS LINKS ABAIXO:

Anúncios