O que é o cristianismo?

Posted on 11 de Fevereiro de 2016

3


StJohnsAshfield_StainedGlass_GoodShepherd_FaceO cristianismo é a maior religião existente, com mais de dois bilhões de fiéis em todo o mundo. Isto significa que uma em cada três pessoas no planeta identifica-se como cristão. Como é óbvio, uma religião que agrega um número tão grande de pessoas contêm uma grande variedade de crenças e práticas. No entanto, os cristãos em geral identificam-se na singularidade de Jesus, que através da sua morte providenciou a redenção da humanidade, tendo ainda ressurgido dentre os mortos.

Em uma perspectiva histórica podemos dizer que o cristianismo surgiu como uma seita judaica do primeiro século da E.C. (Era Cristã), quando o império romanos encontrava-se no auge do seu poder sob o governo de César Augusto (63 A.E.C à 14 E.C.). Entretanto, em uma perspectiva teológica podemos dizer que o cristianismo é a continuação da obra redentora de Deus que teve seu início na queda da humanidade quando esta deliberadamente desobedeceu a Deus trazendo sobre si as consequências desta desobediência, a saber, a morte natural e espiritual. No entanto, Deus que é Omnisciente, sabendo que ao criar o homem este se rebelaria contra a sua vontade, em seu infinito amor, planejou desde antes da fundação do mundo um plano para resgatar a humanidade caída trazendo-a de volta para si mesmo através da pessoa de Jesus. Dentro deste conceito, podemos dizer que o cristianismo é a continuação do trabalho da redenção da humanidade caída por um Deus de amor.

No desenvolvimento do seu plano redentor, Deus enviou seu Filho, nascido de uma virgem, concebido pelo Espírito Santo, tendo este vivido aproximadamente trinta e três anos na Palestina. Durante os últimos três anos da sua vida terrena Jesus viajou de aldeia em aldeia ensinando sobre o Reino de Deus. Após ser acusado de heresia pelas autoridades judaicas foi levado diante de um tribunal romano, cujo o juiz e governador foi Pôncio Pilatos, que pressionado pela multidão dos judeus e temendo uma rebelião sentenciou Jesus a morte por crucificação no ano 33 E.C. Contudo, após sua morte e sepultamento, tal como havia prometido, Jesus ressuscitou no terceiro dia, tendo sido visto por mais de quinhentas testemunhas num espaço de quarenta dias, até que foi recebido na glória pelo Pai, deixando como promessa aos seus discípulos que voltaria no futuro para resgatar para si todos aqueles que nele cressem.

Em geral os cristãos compartilham de algumas doutrinas fundamentais, tais como o batismo como iniciação e na celebração da Ceia do Senhor ou Eucaristia. Os mandamentos deixados por Jesus, para além daqueles encontrados na Bíblia Judaica ou Antigo Testamento estão a proclamação do evangelho a todo o mundo e o discipulado de todos aqueles que decidiram seguir a Cristo.

A Bíblia é o termo genérico que designa o livro sagrado dos judeus e dos cristãos; os muçulmanos respeitam-na igualmente e conhecem certas passagens através do Alcorão. Nascida de tradições orais, progressivamente tomou a forma escrita. A Bíblia é um livro singular, formado por livros de diferentes géneros, escritos por mais de quarenta autores, desde reis a camponeses, escrita em diferentes partes do mundo, da Europa a Mesopotâmia e Palestina, escrita em três línguas distintas. Entre o primeiro verso bíblico escrito ao último, há um espaço de mil e seiscentos anos. No entanto, ao ser lida, temos a impressão de ter sido escrita por um só autor. Sua unicidade é impressionante.

A salvação, na Bíblia, refere-se primeiramente a libertação do povo hebreu do cativeiro egípcio, bem como de perigos diversos. No cristianismo, Jesus é o salvador que dá a vida para reconciliar o homem com Deus e arrancá-lo do pecado e da morte. A salvação, portanto, já foi concedida e realizar-se-á plenamente na ressurreição final. Como salvador ou libertador, Jesus é aquele em quem os cristãos depositam sua esperança tanto para a vida presente como para a vida eterna após a morte. Em forma bastante simplificada, podemos dizer que o cristianismo está estabelecido sobre dois pilares, a Bíblia Sagrada e a pessoa de Jesus Cristo. Toda a teologia e dogmas do cristianismo são extraídos da Bíblia e sua praxis religiosa estabelecida no nascimento, vida, morte, ressurreição e segunda vinda de Jesus Cristo.

Esta breve explanação busca de forma sintetizada estabelecer uma compreensão condensada daquilo que é o cristianismo, entretanto, a teologia bíblica cristã é bastante vasta, o que torna praticamente impossível em poucas palavras descrevê-la em sua plenitude, de maneira, que neste breve texto procurei apresentar o que é o cerne da fé cristã.

por Luis A R Branco

IMG_4457-0

CONHEÇA E ADQUIRA OS LIVRO DE LUIS A R BRANCO CLICANDO NUM DOS LINKS ABAIXO:

Anúncios