O Panegírico ao comunismo e a inutilidade do Wikipédia quanto a verdade

Posted on 30 de Dezembro de 2015

2


10

Depois da minha publicação sobre o Wikipédia, fui contactado por uma pessoa com o nome de Lucas Teles, que em seu perfil no Twitter se apresenta como administrador do Wikipédia o qual me escreveu:

Teles @Lucas_Teles
@LuisARBranco o texto que inseriu não possui referências. Um editor da Wikipédia rejeitou corretamente seu texto por esse motivo. Att.

No entanto, quando tentei reeditar o texto no site do Wikipédia recebi o seguinte aviso:

Esta ação foi identificada automaticamente como prejudicial, e foi consequentemente bloqueada.
Se você crê que a sua edição foi construtiva, por favor informe-nos o que você estava a tentar fazer. Nós vamos analisar o problema e informar a causa, ou vamos corrigir o sistema para que tal mensagem não apareça novamente, se for necessário.
Uma breve descrição da regra com a qual a sua ação coincidiu é: Conteúdo ofensivo.

Portanto, segundo o Wikipédia falar das astúcias de Chico Buarque e do PT é ofensivo. Isto apenas reforça minha tese de parcialidade do Wikipédia e sua insignificância para quem busca a verdade.

Segue abaixo meu texto editado para o imprestável site:

Chico Buarque começou a perder seu prestigio entre o povo brasileiro depois dos vários escândalos envolvendo o Partido dos Trabalhadores, partido o qual defende mesmo diante dos recentes escândalos de corrupção envolvendo a cúpula petista. No dia 21 de dezembro de 2015, o cantor foi flagrado[1] num bate-boca defendendo o PT na Rua Dias Ferreira, no Leblon – bairro em que mora, na Zona Sul do Rio. O episódio foi comentado pelo jornalista Alexandre Garcia que ao saber do bate-boca disse[2] que Chico Buarque antes de ser vítima foi autor de um ataque contra a liberdade de imprensa, sendo o próprio Alexandre Garcia a vitima de Chico Buarque.

img_0254-1Chico Buarque foi ainda criticado pelo intelectual Millôr Fernandes com no Programa Roda Viva com a frase: “Desconfio de todo idealista que lucra com seu ideal.”[3] Numa suposta alusão dos incentivos financeiros com dinheiro público recebidos pelo cantor, através da Lei Rouanet para alguns de seus projetos, como a publicação do livro Leite Derramado, que foi pago pelo Ministério da Cultura, durante o período em que sua irmã, Ana de Hollanda, curiosamente comandava o ministério.[4]

Em um evento realizado em São Paulo em Dezembro de 2015, que tinha como propósito homenagear o músico, termina com Chico aborrecido e deixando o recinto. “Constrangedor”, assim o cantor e compositor Chico Buarque sintetizou a situação ocorrida na capital paulista.
O evento em homenagem a Chico, que ocorreu no tradicional point da boemia paulista, reuniu centenas de intelectuais, artistas, políticos, entre outros terminou de uma maneira inesperada.
“Era o final de uma esquete, que deveria terminar com a música ‘A banda’, quando tivemos a desagradável surpresa”, falou Marcolino Jaguatirica, um dos organizadores do evento.

A “desagradável surpresa” a qual Marcolino alude foi o equívoco do disk jockey, que ao invés de tocar a canção do artista homenageado, colocou, em seu lugar, uma paródia que encontrou no Youtube, chamada “O bando”.[5]

“Nunca fui muito fã de MPB. Na verdade, sempre achei chato esse tal de Chico Buarque, por isso pesquisei a música no youtube e salvei no meu computador para tocar na hora da apresentação. Como eu ia saber que era uma paródia?”, questiona o disk jockey que preferiu não se identificar com medo de represálias. Ao notar o equívoco, Chico, visivelmente constrangido, retirou-se do local. Nas redes sociais o músico é duramente criticado pelo povo brasileiro[6] devido a seu apoio irrestrito ao Partido dos Trabalhadores e suas tendências comunistas.

por Prof. Doutor Luis A R Branco – D.Min., Ph.D.

[1] http://ego.globo.com/famosos/noticia/2015/12/video-chico-buarque-defende-o-pt-na-rua.html
[2] http://novo.cruzeirofm.com.br/noticias/programas/3084-alexandre-garcia-fala-sobre-os-ataques-a-chico-buarque-ouca
[3] http://tvcultura.cmais.com.br/millor/roda-viva-millor-fernandes
[4] http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/cultura/chico-buarque-recebe-empurrao-financeiro-da-irma-ana-de-hollanda/
[5] http://www.canalgama.com.br/chico-buarque-se-irrita-com-o-sucesso-da-parodia-o-bando-assista-agora/
[6] http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/mas-afinal-de-contas-chico-buarque-e-ou-nao-e-um-merda/

Anúncios