Anseios

Posted on 3 de Abril de 2015

4


image

No mar dos meus anseios,
Navega a solidão.
O céu azul de saudade,
Envolvendo a nossa paixão.

Com o olhar fixo no horizonte,
O marujo contempla a imensidão.
Tanta água e tanto céu,
Mas nada sacia-me o coração.

A noite é solitária,
Escura e de desmesurada beleza.
Nela vejo o brilho dos teus olhos,
No revérbero da luminescência memorável das estrelas.

Se você gosta das minhas poesias adquira algum livro, tal como “Poemas” e assim contribuirá para que eu possa manter este blog e a oferecer todas as minhas poesias de graça.

Anúncios
Posted in: Poema, Poesia