O último gosto teu

29777.png

Naquela noite enluarada,
Me disseste adeus.
Num último instante,
Meus olhos encontraram os teus.

Um olhar distante,
Umas mãos geladas.
Uma indiferença,
A solitária estrada.

Ao fim da rua,
Nem mais uma sombra tua.
Restava-me a lua,
E no peito uma saudade tua.

Engoli seco,
O último gosto teu.
Caminhei sobre as pedras da rua,
Ouvindo os passos meus.

Foi um adeus sem volta.
Tu para teu lado,
E eu para o meu.
Como seria possível viver sem o perfume teu?

Findou a estrada,
Findaram-se minhas lágrimas.
Esvaiu-se a saudade,
Restou a vazia lembrança de que um dia fui teu.

 

Se você gosta das minhas poesias adquira algum livro, tal como “Poemas” e assim contribuirá para que eu possa manter este blog e a oferecer todas as minhas poesias de graça.

Anúncios

Um pensamento sobre “O último gosto teu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s