In Memoriam

Posted on 2 de Janeiro de 2015

0


Extraído do Google Imagens

Extraído do Google Imagens

Iuri entrou em minha vida,
Do mesmo jeito que saiu.
Tão rápido chegou,
Logo se despediu.

Cigarro nunca fumou,
Mas doença de quem fuma a sua vida ceifou.
Deixou para trás filhos, irmãos, mulher e amigos,
Consumiu-lhe um câncer, que é da vida inimigo.

Iuri e eu falávamos de tudo,
Da vida, da morte, da ciência, da religião e da vida noutros mundos.
Sofria com a dor da doença que o consumiu,
Mas apoiado na esperança da vida nunca desistiu.

No dia da sua morte comemos juntos o pão e bebemos vinho,
Memorial da morte do Senhor para os braços de quem estava indo.
Não demorou muito e Iuri foi-se,
Deixando apenas saudade.

Uma cerimônia fúnebre para meu amigo oficiei,
Falei da vida, da morte, da partida e da saudade da qual nunca imaginei.
Antes de partir daquela terra onde meu amigo encontrei,
Fui chorar no seu túmulo e lamentar a perda de um amigo que jamais esquecerei.

por Luis A R Branco 

Se você gosta das minhas poesias adquira algum livro, tal como “Poemas” e assim contribuirá para que eu possa manter este blog e a oferecer todas as minhas poesias de graça.


ONDE COMPRAR

Anúncios
Posted in: Poesia, Prosa