Nuvem escura

Bela é a vida,

Embora meus olhos se recusam a ver.

Perfeito é o amor,

Embora meu coração se recuse a sentir.

Bom é o mundo,

Embora as circunstâncias se recusem a mudar.

Feliz sou eu,

Embora eu me recuse a reconhecer. 

Sou cego, insensível, insatisfeito e teimoso.

A nuvem cinza que encobriu minha vida

Tendenciosa só me permite experimentar o mediano.

Uma nuvem longa a perder de vista

Carregada de ares tristes procura me envolver.

Uma nuvem estranha,

Tão densa que é difícil atravessar.

Uma nuvem com relâmpagos e trovoadas

Que busca me intimidar.

Sou medíocre, triste, frágil e assustado.

Um raio do sol ou do divino,

Esta nuvem atravessou.

Uma luz divina

Meu coração penetrou.

Um raio de luz tão simples,

Mas tão forte que sobre as montanhas brilhou.

Uma luz que mostrou um caminho,

O qual ninguém jamais trilhou.

Sou peregrino, 

Esta luz me mostrou.

Continuarei meu caminho,

E com a graça da Tríade 

Terminarei a minha sina.

Aproveitando cada momento de escuridão

Para escrever meu refrão e poesia.

Até que seja completamente claro,

Seja noite ou seja dia.

por Luis A R Branco 

Adquira o livro “O Caminho para a Espiritualidade” por apenas $2.99


ONDE COMPRAR

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s