Deus não está na Palestina, num parágrafo só, pois estou enojado!

Posted on 17 de Julho de 2014

0


Extraído do Google Imagens

Extraído do Google Imagens

Nada mais triste, aborrecedor, repugnante e nojento do que esta guerra imbecil entre israelitas e palestinos. Hoje enquanto apanhava uma notícia aqui e ali sobre o que passa na Palestina, e também ao acompanhar pelas redes sociais os defensores dos israelitas e dos palestinos, deu-me nojo daquela região, não se espante com minha palavra, tenho nojo daquela região! Meu nojo se dá pelas injustiças de ambas as partes, pelas vítimas inocentes de ambas as partes. Desculpe-me desapontar alguns, mas de “Terra Santa” ali só tem o nome, pois parece-me mais um território amaldiçoado do que abençoado. Há aqui onde vivo um cantinho tão lindo, tão repleto de paz, tão convidativo a oração, muito mais do que qualquer pedaço de terra na Palestina. Exagerado? Talvez, mas é o que sinto! Sei que a esta altura alguns devem estar achando-me um pecador para o qual não há perdão ou um louco varrido, me perdoe, mas não sou nenhum dos dois. Sou realista, sou bíblico, creio num Deus justo e amoroso, que não faz aceção de pessoas, que quando andou por aquelas terras amou judeus, samaritanos, etíopes, romanos, fenícios e todo tipo de gente que ali existia. Ele não reconheceu fronteiras, andou em terras judaicas, romanas, egípcias, samaritanas e se recusou a ser rei temporal de qualquer uma delas. Quando lhe perguntaram em que lado da Palestina Deus estava ele disse que em nenhum deles, mas estaria no coração de todo aquele que o adorasse em espírito e em verdade. De fato, hoje Deus não está na Palestina, em nenhum daqueles locais tidos sagrados, nem mesmo em Jerusalém. Todos aqueles que levantam uma arma em nome de Deus são réus da justiça da ira do Senhor! A única hipótese em que posso conceber a presença de Deus na Palestina e através da sua Omnipresença, e através dela, ele se compadece daquele que sofre, da criança, do pobre, do velho, do doente. Quantos aos demais, judeus, palestinos e cristãos que ali vivem em disputa por terra, um dia hão de comparecer diante do Juiz de toda a terra e dar contas a Deus por suas bestialidade contra a humanidade. Nunca fui a Palestina, não quero ir nunca, nem de graça, tenho nojo desta terra ensanguentada, que desde outrora matou profetas, inocentes, crianças e o próprio Filho do Deus Eterno. Minha oração é que Deus tenha compaixão e que visite aquela terra tão amaldiçoada com mortes, inimizades e injustiças, e que estes dois povos que nada conhecem do Deus verdadeiro, que não sabem distingui-lo de uma árvore ou de uma pedra, que se arrependam de seus maus caminhos e de toda esta iniquidade que praticam um contra o outro. Vou escrever o nome PALESTINA num papel e levar para este cantinho santo que há aqui perto de casa e quem sabe Deus ouça meu clamor e visite aquela terra onde ele mesmo disse que não estaria.

por Luis A R Branco

PROMOÇÃO DE ESCLARECIMENTO, COMPRE E LEIA!

cHhWAwAAQBAJ

NO GOOGLE PLAY BOOKS POR APENAS 

$1

€0,89

R$2,21

Anúncios