Flor distante

20140216-103648.jpg

Linda como se deve ser,
Uma mulher com rosto de menina,
Uma menina tão bela como uma flor,
Uma flor sem raízes, sem dono,
A fazer inveja a todo ser.

Aproximar-me é impossível,
Como uma flor tão distante, tão outra, tão doutro, cheirar?
Sentado numa pedra do jardim,
Procuro por uma flor que lá não está,
A distância só torna possível seu perfume imaginar.

Nada queria, nem uma pétala arrancar,
Não me aproximaria para nos espinhos não magoar,
Prefiro continuar sentado em minha pedra,
E esperar que o vento teu perfume sopre para cá.

por Luis A R Branco

Conheça o livro “Poesias, Prosas e Pensamentos” do autor:

20140509-083927.jpg
Podes adquirí-lo numa das seguintes lojas:
Amazon por R$16,37 em KINDLE ou por $10,99 em papel
Google Play por €5,49
Book Depository por €11,01 (o frete é sempre grátis na Book Depository)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s