Mortes diretas e indiretas no Brasil, um genocídio silencioso

drama-da-violc3aancia-urbana2

Google Imagens

Nos últimos doze anos em que o PT esteve na liderança do Governo Brasileiro temos observado uma escalada assustadora da violência no país. Não vemos nenhuma ação coordenada do estado para frear esta violência, não há um projeto social viável e que não utilize o uso da força como contra resposta a criminalidade, e consequentemente acabamos por ter mais mortes e mais violência. Mas o que esperar de um governo que exalta regimes ditatoriais no mundo e elege Cuba como um paraíso na terra? O comunismo, pano de fundo de toda ideologia petista já fez mais de setenta milhões de vítimas no mundo inteiro, e apenas em Cuba, segundo Armando Lago [1], um economista cubano no exílio, as vitimas de Fidel Castro podem chegar a 100 mil pessoas. É este paraíso que o PT sonha em estabelecer para o povo brasileiro!

assassinando ambientalistas

Google Imagens

No entanto, já há algum tempo que o PT tem praticado de maneira direta e indireta um genocídio sem precedentes jamais visto na história do Brasil e que infelizmente o mundo levará tempo para reconhecer, e temo que até lá seja tarde demais para o Brasil, para a América do Sul e para o mundo. “Aproximadamente 50 mil homicídios ocorrem a cada ano no Brasil”, sublinha a Human Rights Watch, das Nações Unidas. Isto significa que aproximadamente seiscentos mil brasileiros executados desde que o PT assumiu o poder.

Segundo a ONU para Alimentação e Agricultura (FAO), há no Brasil aproximadamente 13,6 milhões (em 2012) passando fome, e milhares destas pessoas morrem a cada ano, isto porque os projetos assistencialistas do PT não abrange a todo brasileiro, mas apenas aos eleitores ou possíveis eleitores do PT. O Sindicato dos médicos denunciou em 2011, que apenas no Rio de Janeiro morreram nos hospitais públicos do estad,  por falta de atendimento, aproximadamente 6.000 pessoas, depois de esperas agonizantes das vítimas e familiares nas portas dos hospitais. Daqui é possível presumir o que se passa nos demais estados brasileiros.

VANDALISMO

Google Imagens

Não há outra possibilidade se não presumir que o descaso político deste atual governo brasileiro com a violência, com a fome e com a saúde publica é sim um genocídio silencioso praticado pelo governo petista contra a população brasileira. Sem contar o “genocídio intelectual” com o descaso com a educação. O que iremos fazer, nos calar ou denunciar? Exigir imediatamente seja por impecheman ou no processo democrático eleitoral a saída desde governo assassino. No entanto, isto só será possível com a clara conscientização da população sobre o monstro que se esconde por trás do PT. E para concluir cito a velha frase de Martin Luther King: “O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons.” E não nos adianta esperar pela mídia brasileira como delatora destas atrocidades, na verdade ela é cumplice devido ao seu silêncio comprado.

3fde23c641ec0

Google Imagens

 

 

por Luis A R Branco

 

 

 

 

[1] FRANCES Robles, “Fidel Castro,” Miami Hehald, April 7, 2014, accessed April 7, 2014, http://www.miamiherald.com/multimedia/news/castro/victims.html.

Anúncios

Um pensamento sobre “Mortes diretas e indiretas no Brasil, um genocídio silencioso

  1. Genocídio silencioso não é de hoje que assombra este país. Nenhum governo até agora deu atenção à saúde. Pergunto: até quando? Saúde e educação não interessa. Corrupção , sim.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s