A riqueza que um homem precisava: uma ficção sobre o homem que queria ser o mais rico do mundo

Posted on 7 de Março de 2014

10


624px-Winged_goddess_Louvre_F32Um dia enquanto comiam e bebiam na casa da família ATX (cognome escolhido pela família que tinha superstição com a letra X, para esconder o verdadeiro nome da família que era Ate, nome da deusa grega da insensatez). Ouviram falar que havia tanta riqueza no mundo que era possível se tornar bilionário como num passe de mágica. O Sr. ATX, chefe da família, e muito cobiçoso, logo pensou em voz baixa: “Se viesse a ser o homem mais rico do Brasil e depois o mais rico do mundo, não temeria a ninguém, nem mesmo o diabo!”

Acontece que o diabo tinha sentado-se num recanto da lareira e tinha ouvido tudo e ficara contentíssimo com o que o Sr. ATX dissera.

“Muito bem! – Pensou e disse o velho diabo: – Dou-te toda a riqueza que conseguires ajuntar num único dia. E assim saiu o Sr. ATX, a assinar contractos, vender sonhos, tomar empréstimos, e quanto mais conseguia, mais lhe era fácil adquirir as coisas. O diabo, velho e astuto, para facilitar, colocou alguns de seus agentes disfarçados de políticos para facilitarem-lhe ainda mais a vida.

450px-Oceanus_at_TreviAcontece que o mesmo diabo, disfarçou-se de uma linda mulher, apresentou-se como Conselheira Financeira, chamada Sra. Métis (deusa grega da sabedoria), que aconselhou ao Sr. ATX a investir toda sua riqueza no mar, pois colheria depois milhares de vezes a soma do que o havia investido. Encantado pela beleza e pela voz da Sra. Métis, e por esta ter um tio chamado Sr. Oceano (deus grego dos poços, fontes) que era muito conhecedor daqueles negócios, deu a eles toda a confiança.

O que aconteceu foi que ao escolher onde investir a riqueza do Sr. ATX, por infelicidade e estupidez do Sr. Oceano, investiram-na toda numa parte pertencente ao Sr. Perses (deus grego da destruição), que controlava, inclusive, as bolsas de valores do mundo, e aliado ao diabo, no mesmo dia levou o Sr. ATX a completa falência.

Exausto, caído no chão, sem força para se levantar e encarar o mundo, aparece-lhe dentre as nuvens um velho sábio chamado Tolstoi que lhe diz: “Nascemos sem nada, partimos desta vida sem nada levar, a não ser, sete palmos de terra.” E assim terminou a triste aventura da família ATX, que de tão vaidosa havia dado aos filhos nomes dos deuses vikings, mas mesmo com nome de deuses, continuaram a ser homens e a cometer os pecados dos mortais.

por Luis A R Branco

“Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.” 1 Timóteo 6:10

Anúncios