Assistencialismo = Populismo = Voto

Posted on 4 de Setembro de 2013

9


Assistencialismo = Populismo = Voto

Em primeiro lugar nenhum governo deveria se orgulhar do assistencialismo, pois isto mostra a incapacidade deste mesmo governo em prover para o seu povo condições dignas de vida. A dignidade vem do fato do indivíduo trabalhar e no final do mês receber o suficiente para pagar suas contas e prover para a sua família. Como não é interesse do governo que tal aconteça, o que ele faz, entra com esmolas assistencialistas, no Brasil chamado de “Bolsas”.

O assistencialismo leva ao outro degrau de interesse dos políticos, “populismo”. O populismo é o apoio extraído do povo em troca de benefícios. É por isto que nestas pesquisas, principalmente entre os mais carênciados, a popularidade do governo está sempre em alta. No passado, chamávamos isto de paternalismo, no entanto, tendo em vista a intenção maquiavélica do governo, o “populismo” soa melhor.

O populismo se transforma em voto, pois a dona de casa, o chefe de família, indigno, pois recebe insuficiente para cobrir as suas despesas, vêm-se obrigado a votar neste governo no intuito de manter o assistencialismo. É um ciclo sem fim! E com isto o governo se alegra em vencer as eleições com base na miséria e exploração do seu povo.

Não há um política de inserção financeira, de melhorias de salários, de diminuição do custo de vida, na diminuição de impostos e taxas. É uma vergonha, mas o atual governo, para se manter no poder, precisa manter o pobre. Não caia na conversa do governo nestas mudanças de classes, que só existe no Brasil, classe A, B, C, D, E, F. Isto é basicamente o sistema de castas da Índia.

No Brasil comida, roupa, carro, electrónicos, saúde, entre outros é muito mais caro que nos Estados Unidos e Europa. Uma vergonha! Como é possível? É possível pois o governo mantém gastos elevadíssimos com salários, mordomias e roubo dos políticos.

É preciso conscientizar nosso povo, nas igrejas, nos clubes, nos bares, nas escolas nas ruas, e em todo ligar, que se não vencermos as manobras assistencialistas deste governo, continuaremos dependentes e miseráveis.

Luis A R Branco
@LuisARBranco

20130904-180440.jpg

Anúncios
Posted in: Social