Pensamento sobre suicídio

Ao ler as manchetes dos jornais nesta manhã, deparei-me com uma notícia que me levou a reflexão: “Suicídio é a causa de morte não-natural mais comum no país” (Público). A matéria diz que morrem mais pessoas por suicídio em Portugal do que por acidentes nas estradas. Esta notícia é preocupante, pois denuncia o real estado de saúde psicológica da sociedade, e também como as pessoas estão mal preparadas para enfrentar as adversidades e problemas da vida.

O suicídio não é uma negativa a vida, não é um “não” a beleza da vida, mas um “basta” daquele que já se acha sem forças para lutar contra os problemas e adversidades que surgem em suas vidas. O suicídio é para estes a última e a única forma de escape e alívio disponível. O suicídio é uma denuncia grave quanto ao nosso sistema social doentio, que oferece pouquíssimas oportunidades para os fracos, pobres, doentes, problemáticos, endividados, solitários, e por ai vai. Nossa sociedade tem a tendência a fechar portas e a negar socorro aos que buscam alívio e solução para a sua dor. Quem não ficou chocado neste país com a notícia do professor que saltou da Ponte 25 de Abril na semana passada? Este buscou socorro, foi mal entendido, humilhado, considerado um caso comum na psicopatologia devido a sua personalidade, e o resultado todos nós conhecemos. Que vergonha para todos nós!

A Bíblia também tem seus casos de suicídio o que deveria merecer nossa atenção, temos inclusive um profeta que desejou a sua morte, ele considerou a morte melhor que a vida (Jonas 4:3). O sentido original deste texto é daquela da pessoa que coloca a vida e a morte na balança e faz a opção pela que lhe vai custar menos. Neste sentido só há uma solução, mostrar para as pessoas que há beleza também no sofrimento, precisamos mostrar o valor da bravura e que lutar é sempre menos prejudicial do que o suicídio, principalmente para aqueles que nos amam e a quem amamos.

Acredito que a maioria das pessoas em algum momento da vida considerará o suicídio uma saída mais viável, se isto lhe ocorre, não lute sozinho, busque ajuda. Não despreze os sinais dados por seus amigos e entes queridos quando demonstram inclinação para esta prática, encoraje-os a buscar auxílio. A igreja, o pastor, um psicólogo, um amigo, pode ajudá-lo a ver cores na vida e até na adversidade e problemas que você nunca tinha reparado. E acima de tudo, precisamos clamar por uma sociedade mais justa, mais alicerçada em valores saudáveis e que promova a vida e a oportunidade para todos.

6 pensamentos sobre “Pensamento sobre suicídio

  1. Graça e paz!Vim conhecer seu Blog e quero te parabenizar pela bênção que pude ver aqui.Já estou seguindo.Venha dar a honra de sua visita no PASTORAGENTE.BLOGSPOT.COM e, se quiser seguí-lo, vai ser uma alegria para mim.Lá estão expostas da forma mais realista e divertida possível as situações, dúvidas e experiências ministeriais e pessoais de uma mulher simples como eu.Fique na paz e o Senhor abençôe você e toda sua família. Abração!!!

  2. Olá Rev. Luís Alexandre!Parabéns pelo belo trabalho apresentado aqui no blog. Já estou seguindo.Aproveito para lhe convidar a conhecer meu blog, e se desejar também segui-lo, será uma honra. Seus comentários também serão sempre bem-vindos.www.hermesfernandes.blogspot.comTe espero lá!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s